Post Top Ad

Mistérios

Mitologia Grega

Post Top Ad

Zigmund Adamski era um minerador polonês que foi morto misteriosamente e seu corpo foi encontrado a cerca de 40 quilômetros de sua casa. Esse caso parece que saiu de um seriado de crimes, porém, realmente aconteceu, e os investigados encarregados nunca conseguiram solucionar o caso que possui várias teorias sendo a principal delas a abdução alienígena.


Em 1980, no dia 6 de junho, por volta das três horas e quarenta e cinco minutos o minerador Adamski saiu para comprar batatas para o jantar. Era apenas mais um dia comum em sua vida, mas o minerador polonês não retornou para sua casa naquele dia, com a ocorrência de seu desaparecimento as equipes de busca iniciaram a investigação de seu desaparecimento e encontraram seu corpo após cinco dias depois em cima de uma mina de carvão.


Por mais que o corpo de Adamski tenha sido encontrado naquele local, era impossível dele ter chegado sozinho até o local onde foi encontrado sem vida. O lugar fica bem isolado e inacessível acesso, a única forma de acesso séria por uma quatro por quatro tendo quase nenhuma chance de o homem chegar no local apenas a pé.  


As primeiras impressões sobre o corpo de Zigmund Adamski pelo detetive Godfrey


Alan Godfrey atualmente

Quando o detetive Alan Godfrey chegou ao local, havia um grupo de policiais fazendo os primeiros exames no corpo de Adamski que estava de bruços, Godfrey foi até o corpo e fez suas primeiras impressões, ele constatou que o terno ainda estava intacto, não havia camisa, a carteira e o relógio  não foram encontrados mas, o mais intrigante era que os sapatos estavam extremamente amarrados deixando os pés do corpo roxos. 


Resultado final da Autópsia

O responsável pelo exame final foi o médico legista Alan Edwards, ele documentou que o corpo estava limpo, sem marcas de carvão, apenas uma  pequena marca de queimadura no pescoço e ombros, sobre essas queimaduras havia uma misteriosa substância gelatinoso verde amarelada, similar a uma pomada densa, de acordo com as pesquisas feitas naquela época e até mesmo nos dias atuais, não foi possível detectar qual era a origem dessa substância.   

“Havia uma pomada na parte de trás do pescoço dele. As amostras foram enviadas para um laboratório do Home Office que não conseguiu identificá-lo. ” 

Já os órgãos apresentavam nenhum sinal de lesão, o cabelo, os pelos do corpo e as unhas não apresentavam sinais de crescimento e em seu estômago tinha comida que não foi digerida, apesar de ter sido ingerida cinco dias antes do seu desaparecimento, parecia que o tempo tinha congelado no corpo da vítima. Após os exames, Edwards confirmou a hora da morte entre onze horas e treze horas do dia onze de junho, na mesma data em que o corpo do minerador foi encontrado.


Abduzido por alienígenas


Uma das possibilidades que os oficiais consideraram foi Sequestro e assassinato, no entanto familiares e amigos afirmaram que Zigmund não possuía inimigos ou dividas, muito menos bens valiosos que chamasse a atenção de criminosos. Além disso, o estado do corpo não apresentava indícios de agressão ou violência descartando a teoria de sequestro e assassinato.


 Zigmund Adamski/
Wikimedia Commons
Sem mais nenhuma possível resposta concreta sobre o caso, o laudo médico atestou o óbito, como parada cardíaca por insuficiência pulmonar. Apesar disso, o resultado não foi convenceu algumas pessoas que estava acompanhado as investigações, dentre os insatisfeitos estava o detetive Alan Godfrey.  O detetive relatou aos repórteres que Adamski poderia ter sido abduzido por alienígenas e colocado no topo de uma pilha de carvão “por alguém ou alguma cosia”.  O caso foi encerrado e nuca foi reaberto. 


Talvez você esteja se perguntando, será mesmo que o minerador polonês Zigmund Adamski foi abduzido por alienígenas? Quem sabe isso não passa de um crime perfeito de um assassino extremamente frio e calculista. No entanto, um caso curioso sobre o detetive Godfrey, aconteceu seis meses depois do incidente de Adamski, no dia 28 de novembro de 1980, enquanto ele estava em uma patrulha em uma propriedade municipal em Todmorden, West Yorkshire. Godfrey afirmou ter visto uma esfera de luz brilhando na estrada, ele concluiu que seria um ônibus transportando trabalhadores para a cidade, mas logo ele percebeu que estava errado, pois o objeto se aproximou e ele descreveu como um objeto esférico e em rotação.  O detetive consegui fazer algumas anotações e desenhos antes de ser abduzido pelo óvni, ele também relatou que teve um tempo perdido e não se lembrava muito bem do que realmente aconteceu depois que foi devolvido pelos alienígenas.   

 Alan Godfrey/Yorkshirelive

Alan Godfrey chegou a publicar um livro sobre detalhes do caso de Adamski e comparações feitas com o famosos caso de Travis Walton que também foi supostamente sequestrado por alienígenas e encontrado cinco dias depois, no Arizona em 1975. No seu livro ele também conta sobre sua experiencia de avistamento de óvnis e abdução. 


Godfrey disse que nunca vai se esquecer do olhar no rosto de Adamski 


“Esses olhos estavam me encarando. Eu estava olhando para ele a um pé de distância. Aqueles olhos estremeceram minha espinha. Algo ou alguém o colocou em cima dessa pilha de carvão. E algo o assustou até a morte”. Disse ele em uma entrevista com os jornalistas de um site de notícias local.

Fonte de pesquisa: Yorkshirelive, BBCNews, mirror.co.uk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad