Post Top Ad

Universo

Curiosidades do Mundo

Post Top Ad

Lixo no oceano

Uma expedição de limpeza oceânica conquista um recorde incrível coletando 103 toneladas de lixos de pesca e plastico do Great Pacific Patch entre as costas da Califórnia e Havaí.

Este recorde histórico é o maior de coleta de lixo em oceano aberto sendo feita em 48 dias pelo Ocean Voyages Institute

Nesta coleta foram encontrados resíduos de lixos plásticos, objetos de pesca descartados de forma incorreta. Em meio há vários lixos que foram puxado por uma rede, também foram puxados esqueletos de tartarugas vitimas desses lixos.


"Não existe uma solução completa para a limpeza do oceano: são os longo dias do mar, com uma equipe dedicada vasculhando o horizonte, agarrando redes e recuperando uma grande quantidade de lixo, o que faz com que isso aconteça", disse Locky MacLean.

"Excedemos nosso objetivo de capturar 100 toneladas de plásticos tóxicos para o consumidor e redes abandonadas de 'fantasmas' e, nesses tempos difíceis, continuamos a ajudar a restaurar a saúde do oceano, o que influencia nossa própria saúde e a saúde do planeta, ” disse Mary Crowley, fundadora e diretora executiva do Ocean Voyages Institute. 

Estima-se que ainda 80 toneladas de lixos plásticos, sendo grande parte desperdiçadas por operações de pesca.

Por ano, são jogados cerca de 12,7 milhões de toneladas de lixos plásticos no oceano, totalizando 150 milhões de toneladas circulando atualmente pelo oceano.

Com todo esse lixo desperdiçado em oceano, prejudica muito a saúde e a biodiversidade marinha.  Para ter uma noção do quão isso é prejudicial, pesquisadores nas Filipinas encontraram uma baleia que estava morrendo e descobriram que a causa foi que ela ingeriu 40 kg de lixos plásticos.

Fonte: IFLScience

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad