Post Top Ad

Universo

Curiosidades do Mundo

Post Top Ad



Cientistas descobriram algo surpreendente no cérebro humano, um misterioso conjunto de glândulas salivares, algo que passou despercebido por cientistas de vários anos até agora.

A descoberta da "entidade misteriosa" foi sem querer por médicos Holandeses, tudo aconteceu quando médicos estavam examinando pacientes com câncer de próstata com um tipo avançado de varredura chamado PSMA PET/CT. Um procedimento combinado com injeções de glicose radioativa que acaba revelando a existência de tumores pelo corpo.

Nesse caso, entretanto, foi encontrado algo totalmente diferente, alojado na parte traseira da Nasofaringe, que estava se escondendo por muitos anos.


As estruturas das glândulas tubarias, indicada por setas azuis, ao lado das glândulas salivares principais em laranja.

"Todo ser humano tem três conjuntos de glândulas salivares grandes, mas não localizadas naquela parte", disse Wouter Vogel, oncologista do Instituto do Câncer da Holanda.

"Até onde sabemos, as únicas glândulas salivares ou mucosas na nasofaringe são microscopicamente pequenas, e até 1 mil estão uniformemente espalhadas por toda a Mucosa. Então, imagine nossa surpresa quando as encontramos."

As glândulas salivares são as responsáveis por produzir saliva suficiente para p sistema digestivo, sendo maior parte produzidas pelas três principais glândulas, conhecidas como parótida, submandibular e sublingual.

Existem cerca de 1 mil de glândulas salivares microscopicamente minusculas, localizadas na cavidade oral e no trato aerodigestivo.

A descoberta feita pela equipe de Vogel é muito maior, mostrando um par de glândulas anteriormente esquecido - quase um quarto conjunto de glândulas salivares principais - situados atrás do nariz e acima do palato, perto do centro da cabeça.

Para terem certeza desta descoberta, os médicos analisaram imagens feitas do corpo de 100 pacientes sendo um destes uma mulher, já que o foco era analisar homens com câncer de próstata. Também foram dissecados a região da nasofaringe de dois cadáveres, doados através de um programa de doação de corpos. Em todas analises feitas encontraram o órgão misterioso. 

Serão feitos mais estudos para descobrirem qual a função dessas glândulas.

"Até onde sabemos, essa estrutura não se encaixava nas descrições anatômicas anteriores", explicam pesquisadores em seu artigo.

';

Post Top Ad