Post Top Ad

Universo

Curiosidades do Mundo

Post Top Ad


Pixabay imagem


Cientistas do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, Califórnia, descobriram durante uma pesquisa feita no satélite natural do planeta Júpiter emite um brilho na escuridão.

Após um estudo mais detalhado sobre o efeito da radiação no solo da lua Europa, os cientistas concluíram que o satélite natura do maior planeta do sistema solar é atingido por uma alta taxa de radiação. A fonte dessa retaliação de radioatividade vem diretamente de Júpiter, o efeito de brilho é causado por causa da carga de elétrons que permeia a superfície do planeta que é revestida por camadas de gelo. 


Imagem: NASA/


Desse modo,  alguns elementos que estão presentes no solo de Júpiter acaba entrando em reação com a radioatividade, essa ação cria luze de cores verdes, azuis ou brancas quando é visto a olho nu. Em uma entrevista para à revista Nature Astronomy, Murthy Gudipati, um dos responsáveis do trabalho publicado, afirmo que eles puderam prever que esse brilho noturno no gelo poderia oferecer informações adicionais sobre a composição da superfície de Europa.

Gudipati também acrescentou que a mudança dessa composição pode fornecer pistas se essa lua teria todas as condições adequadas para a vida.
';

Post Top Ad